Com o novo sistema de iluminação foi poupada a ação de 263 árvores em 2014 para neutralizar o prejuízo da emissão de gás carbônico e esse balanço será muito mais positivo, quando o conceito LED estiver presente em todos os pontos de distribuição e áreas de suporte, com o emprego de aproximadamente 55 mil peças, com conclusão prevista para 2017”, explica a engenheira Viviane Cristina dos Santos Chicano.

Neste ano, nove outras unidades serão contempladas com a tecnologia, incluindo nesse pacote a nova loja em Tatuí que será inaugurada no próximo mês de outubro, e a Central de Panificação. No total, 12 mil luminárias serão instaladas e nas 12 lojas restantes, o sistema de iluminação será substituído entre 2016 e 2017, exigindo outras 24 mil peças.

O investimento é alto, pois a tecnologia exige maior número de luminárias em comparação à convencional e seu preço é bem mais elevado. Só que o custo benefício compensa, e muito. “O investimento se paga em um ano e seis meses de utilização, já que a vida útil do LED é de 50 mil horas ou cinco anos, mais que o dobro da durabilidade da fluorescente que gira em torno de 20 mil horas”, assegura a engenheira Viviane Chicano.

Para se ter uma ideia, a substituição de 136 lâmpadas de vapor metálico por 1.355 luminárias a LED gerou na unidade Árvore Grande, em Sorocoba, diminuição de 16% no consumo de energia elétrica em 2012, quando da troca do sistema de iluminação. Uma redução de 30 MWh que garantiu economia de R$ 6 mil/mês.

Há outros benefícios que precisam ser levados em conta. Além da redução de consumo, já que sua potência é de 18W, as luminárias LED produzem menos calor, reduzindo a utilização do ar condicionado. Outras vantagens é que sua durabilidade de 50 mil horas elimina a manutenção, além de possuir maior eficiência luminosa (110 lm/W) e não requerer reator. Sem contar, principalmente, os benefícios ao meio ambiente.

NOTíCIA 20/03/2015 13:00

Pascoa da COOP

Expectativa de incremento de 4% no fornecimento

NOTíCIA 18/04/2016 14:28

COOP REPASSA R$ 153,4 MIL PARA FEDERAÇÃO DAS APAEs

Com o término do primeiro trimestre deste ano, a Coop – Cooperativa de Consumo repassará o valor de R$ 153.362,54 para a Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado de São Paulo, referente a dois projetos sociais, que juntos já proporcionaram o repasse de R$ 1.253,4 milhão.