De olho na fidelização de seus clientes, a Coop – Cooperativa de Consumo introduziu um novo projeto na área de perecíveis, desenvolvido pela área de Recursos Humanos.

Além da introdução de novos produtos, o projeto envolveu, com o apoio de uma empresa de consultoria, sofisticadas ambientações na área de atendimento, melhorias na exposição dos itens, novas técnicas de embalagem e padronização dos cortes.

Inicialmente o projeto foi implantado em quatro lojas piloto (Joana Angélica - São Caetano do Sul; Industrial e Queirós – Santo André e Barão de Mauá, em Mauá) e o setor de perecíveis dessas lojas já cresceu 6% em participação no fornecimento em relação às outras unidades da rede.

Com o novo projeto, produtos premium como o bacalhau, por exemplo, são oferecidos a granel e também em diversos tipos de cortes (filé, lombo, desfiado ou em lascas), apresentados em quantidades fracionadas e as bandejas vêm acompanhadas com sugestões de receitas da iguaria. A Coop já abasteceu suas lojas com 100 mil quilos de bacalhau, divididos entre os tipos Zarbo, Ling, Porto e Saithe.

A partir de agora, o produto é limpo, preparado, embalado a vácuo e em seguida é enviado à rede. “Nossa proposta com esse novo trabalho é a padronização do corte e também manter a qualidade do produto”, assegura Eduardo José Orlandi, supervisor de perecíveis da Cooperativa.

Treinamento constante: De acordo com Angelo Marchetti, gerente de Recursos Humanos da Coop, o Projeto Perecíveis envolveu treinamentos de alguns colaboradores, que serão os multiplicadores de toda a rede. “O papel desses agentes multiplicadores é de suma importância para o sucesso do projeto em toda a rede”, garante.

Uma tarefa que será facilitada com o treinamento da equipe e da elaboração de manuais técnicos por departamento (Açougue, Frios e Laticínios e Padaria), que já estão em desenvolvimento pela gerência de RH. Assim que o projeto envolver todas as unidades, o tipo de corte e a forma de embalagem de uma carne especial, por exemplo, serão os mesmos em qualquer uma das 28 unidades da rede.

Ao contrário dos demais setores, a área de perecíveis tem o poder de aguçar sensações agradáveis aos sentidos humanos, despertando o desejo de compra do cliente. Dependendo da forma como um queijo ou um bolo é exposto e apresentado na área de atendimento, muitos cooperados chegam a salivar. Sem contar que os setores de açougue, frios e laticínios e padarias são os que atraem a família cooperada mais vezes às unidades, indicam pesquisas da Cooperativa.

Sobre a Coop: Considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina e 14ª no ranking da ABRAS – Associação Brasileira de Supermercados, a Coop possui mais de 1,6 milhão de cooperados e 28 unidades de distribuição, localizadas no ABC Paulista, Sorocaba, São José dos Campos, Piracicaba e Tatuí. Encerrou 2012 com fornecimento bruto de R$ 1,76 bilhão.


Informações à Imprensa: MP & Rossi Comunicações
 

NOTíCIA 28/02/2013 09:00

COOP ESTÁ REPLETA DE OVOS DE CHOCOLATE E ESPERA CRESCIMENTO DE ATÉ 22% NA VENDA DE PRODUTOS

Todas as 28 unidades de distribuição da Coop – Cooperativa de Consumo já estão repletas de produtos relacionados à Páscoa e até 31 de março, haverá uma série de promoções, com tabloides especiais e condições diferenciadas de pagamento. Todas as aquisições poderão ser pagas em até 10 vezes sem juros no cartão private label Coop Fácil Visa.

NOTíCIA 18/04/2016 14:28

COOP REPASSA R$ 153,4 MIL PARA FEDERAÇÃO DAS APAEs

Com o término do primeiro trimestre deste ano, a Coop – Cooperativa de Consumo repassará o valor de R$ 153.362,54 para a Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado de São Paulo, referente a dois projetos sociais, que juntos já proporcionaram o repasse de R$ 1.253,4 milhão.