Anúncio foi feito durante Assembleia Geral Ordinária de prestação de contas de 2010

Nesta manhã (25 de março), a Coop – Cooperativa de Consumo realizou Assembleia Geral Ordinária (AGO) para apresentar aos seus cooperados o Relatório do Conselho de Administração referente a 2010, anunciando investimentos na ordem de R$ 22 milhões e sobras de R$ 8,426 milhões.

Do investimento total para 2011, R$ 5 milhões serão aplicados na reforma da unidade Ribeirão Pires, que será transformada no maior ponto de distribuição da Coop. Os trabalhos terão início assim que a nova Central de Panificação construída em Mauá estiver operando a todo vapor. Outro investimento de grande porte, que soma R$ 3 milhões, será no projeto de entrada da Coop no mercado de postos de combustíveis, que prevê a abertura de três postos neste ano. Dois deles – Capuava, em Santo André, e Tatuí, no interior de São Paulo, – dependem apenas de aprovação das prefeituras.

A Coop também anunciou, com aprovação unânime dos cooperados presentes na AGO, a distribuição de R$ 8,426 milhões aos cooperados, referentes ao retorno total das sobras líquidas apuradas no exercício. O retorno, proporcional às aquisições de cada cooperado durante 2010, começa a ser distribuído no início do mês de maio. 

Segundo o presidente da Coop, Antonio José Monte, o retorno é uma retribuição à fidelidade do cooperado, que garantiu uma boa performance da Coop no mercado, haja vista que o fornecimento bruto em 2010 alcançou o total de R$ 1,522 bilhão, índice de 11,79% superior aos R$ 1,361 bilhão registrados em 2009.

Esse crescimento nominal, descontada a inflação do período, resulta em 6,43%, um índice superior à média do mercado paulista (2,46%) e nacional (4,20%). De acordo com Monte, a melhora do poder aquisitivo da população, principalmente das classes D e E, somada às diversas ações da Coop, contribuiu para o resultado positivo. Além do ingresso de quase 45 mil novos cooperados, as 149 campanhas de relacionamento realizadas em 2010 possibilitaram 2,3 milhões de interações com os associados. 

A Coop só não cresceu mais porque encontrou dificuldades para abrir novos pontos de distribuição. Das seis inaugurações previstas em seu planejamento estratégico, apenas duas foram concretizadas (D.Pedro, em Santo André, e Itapark, em Mauá, ambas no ABC Paulista). “Não encontramos terrenos adequados a preços que tornassem a abertura financeiramente viável”, explicou o presidente da Cooperativa. Mesmo assim, a Cooperativa continua prospectando áreas no Grande ABC e no Interior, até porque a expansão é necessária para garantir sua fatia no mercado de varejo, extremamente concorrido.

Considerada a maior cooperativa de consumo, a Coop possui mais de 1,5 milhão de cooperados e 29 unidades de distribuição espalhadas no ABC, Piracicaba, São José dos Campos, Sorocaba, Piracicaba, Tatuí e São Vicente, na Baixada Santista.

 

Informações à Imprensa:

MP & Rossi Comunicações

Marli Popolin

 

RELEASE 19/07/2011 18:22

Dia dos Pais e harmonização de vinhos são temas do ciclo de palestras da Coop

Dia dos Pais e harmonização de vinhos são temas do ciclo de palestras da Coop

NOTíCIA 18/04/2016 14:28

COOP REPASSA R$ 153,4 MIL PARA FEDERAÇÃO DAS APAEs

Com o término do primeiro trimestre deste ano, a Coop – Cooperativa de Consumo repassará o valor de R$ 153.362,54 para a Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado de São Paulo, referente a dois projetos sociais, que juntos já proporcionaram o repasse de R$ 1.253,4 milhão.